sexta-feira, 31 de março de 2017




"Também sou uma vítima do nazismo e fui enviada a um campo de concentração. Mas diferente de Anne (Frank), sobrevivi...
meu pai nos levou até o sofá, juntou-se a nós e nos abraçou. Ele nos disse que estávamos unidos como os elos de uma corrente, e que daríamos continuidade à nossa família por meio dos nossos filhos. - Mas e se não tivermos filho? - Heinz (irmão da autora) questionou.
- Crianças, prometo uma coisa: tudo o que vocês fazem NESTE MUNDO DEIXA UMA MARCA. Nada se perde. Tudo o que vocês fazem DE BOM VAI PREVALECER NA VIDA DAS PESSOAS COM QUEM VOCÊS TIVERAM CONTATO. Essas ações e atitudes farão a diferença.
Para alguém, em algum lugar, em algum momento, e as suas realizações serão levadas adiante. Tudo está conectado como uma corrente que não pode ser rompida...

Neste livro, vou contar a vocês como tentei fazer o meu melhor para deixar uma marca no mundo. 


_________________________________

Depois de Auschwitz, Eva  Schloss.

Postar um comentário