sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

Aerovelhas




Primeiro caso que me vem: Marina, a comissária de bordo. Prefiro muito dizer "aeromoça", mas parece que agora elas se ofendem quando são chamadas de aeromoças, deve ser porque a cada dia elas ficam mais aerovelhas. Hoje em dia tudo ofende, como nós vivemos macaqueando os americanos, também ficamos politicamente corretos e um babaca aí agora está querendo uma lei proibindo piadas que possam ofender qualquer grupo, de qualquer tipo. Imagino o surgimento de um grupo antipiadas - a Igreja Universal da  Assembleia dos Homens Sérios - registrado e, portanto, a proibição de contar qualquer piada, sob o risco de ofendê-lo. Haverá piadas clandestinas, contrabandistas de piadas, transeiros de piadas, fornecedores de piadas de árabe e judeu presos inafiançáveis pelo delito de contar piadas. Puta que o pariu, só falando assim, atraso, atraso..."

____________________________

Trecho do livro A Casa dos Budas Ditosos,
de João Ubaldo Ribeiro.
Postar um comentário